• Susana Alves

Trabalhar no campo :)


A assistente virtual decidiu trocar a cidade pelo campo. Os nossos dias passam-se agora também de regador na mão, entre a horta e o pomar. Trocámos os ténis por galochas, os canteiros pela terra para cavar. No meu caso, o ganha-pão continua a ser à frente de um computador, mas o enquadramento torna tumo mais bonito, mais leve e ainda com mais sentido. Para o nosso núcleo familiar, poder dar ao Pedro uma infância junto da natureza, a frequência numa escola pública tranquila, horizontes longínquos ao abrir a janela, era algo muito importante. Aqui ouvimos a águia-de-asa redonda à noite, vemos passar o rebanho do pastor Zé, ouvimos o vento passar pela copa de 1000 árvores, trocamos um serviço por uma saca de laranjas... Hoje desconfina-se um pouco mais, e o meu abraço vai para todos aqueles que regressam a uma certa "normalidade", com o desejo de transformar o "normal" num sonho tornado realidade. Força e fé.



11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo