Queres ser assistente virtual, ser dona/o do teu próprio tempo e decidir os teus serviços? Abraçar o trabalho independente pode ser muito desafiador... Mas altamente gratificante.

Este pode ser um caminho muito bem sucedido.

Precisas de ajuda? Então fala comigo!

 O que te trouxe até aqui?
 

139226911_3556451334431539_2673610339636945224_n_edited.jpg

Olá, sou a Susana Alves. Mãe, vegetariana e assistente virtual, entre muitas outras coisas. Foi no final de 2018 que decidi que queria ser assistente virtual. Estava cansada do meu trabalho como administrativa, sem aumento salarial que acompanhasse a minha experiência e a minha performance.

 

Ao mesmo tempo, sentia-me frustrada como mãe. O meu trabalho implicava deixar o meu filho muito cedo no infantário e ir busca-lo apenas ao fim da tarde. Isso estava a dar comigo em doida!

Foi esse o principal "gatilho" que me motivou a criar o meu próprio emprego..

 

Qual é a tua principal motivação para te tornares assistente virtual?

Põe a tua experiência ao teu serviço

Após 6 meses de preparação e pesquisa, demiti-me do meu emprego de mais de uma década e iniciei o meu percurso como assistente virtual. Senti a confiança de dominar tarefas e procedimentos que ajudaram dezenas de colegas no seu dia a dia e a experiência de ter colaborado na criação e elaboração de muitos projetos e eventos, em variadas áreas. Agarrei em toda essa vivência e arregacei as mangas. 
Na altura, verão de 2019, não conhecia outras assistentes virtuais em Portugal e fui fazendo o caminho por mim mesma.

 

Como te posso ajudar ?

Já lá vão 3 anos como assistente virtual e, desde o início, tenho sido procurada frequentemente por mulheres que sentem uma afinidade com a minha história e procuram, também elas, iniciar o seu percurso como freelancers.


Criei um serviço de consultadoria, uma sessão de 50 minutos, online ou pelo telefone, em que te dou a conhecer este meio e os aspetos que deves ter em conta.

O objetivo deste serviço é levar-te a conhecer os meandros do trabalho independente e ajudar-te a perceber se, por exemplo, a assistência virtual é o teu caminho.

 

  • O que precisas mesmo para te tornar  uma assistente virtual?

  • Primeiros passos

  • Dicas úteis

  • Como desenvolver o teu negócio


O valor deste serviço  de consultadoria comigo é de 35,00 €. Após a nossa reunião, é-te enviado um resumo da mesma para o teu email, para teres mais uma ferramenta que te servirá de orientação com os pontos essenciais desta atividade.

O que esperar deste serviço?

Uma reunião online ou por telefone, em que podes estar confortável no teu ambiente e tirar todas as dúvidas que tiveres.

Vou ouvir-te e vou partilhar contigo:

 

  • Os passos que dei para iniciar esta atividade;

  • Como desenvolvi os serviços de assistente virtual;

  • Desafios do trabalho independente e estratégias para os superar;

  • Um guião para montares o teu "negócio"

Testemunhos

Reunir-me online com a Susana para falar sobre o que é ser assistente virtual e como começar, foi um momento importante para mim. Estou numa fase de transição na minha vida profissional e a querer ter mais tempo disponível para mim mas ao mesmo tempo aproveitar o tempo que estou em casa para trabalhar.

A Susana tinha todo um roteiro organizado para conduzir a nossa conversa. E isso trouxe-me segurança no seu trabalho e na sua experiência. Mas eu também tive oportunidade de colocar questões que até estavam contempladas nesse roteiro. Houve também muitos exemplos práticos de como viveu e aprendeu a tornar-se uma assistente virtual que eu considero que deram cor ao seu testemunho fazendo desta uma conversa fluída e viva!

Obrigada, Susana!"

Ana Caldeira, Sagres