• Susana Alves

Delegação de tarefas, esse bicho complicado

Quando falamos de delegação de tarefas, deparamos-nos com muitas teorias sobre ser um "líder".

Podemos entrar pela Filosofia, ou podemos SIMPLIFICAR. Não temos de ter perfil de "grande boss", para nos sentirmos confortáveis a delegar tarefas. Se já pensaram no assunto e sentem que precisavam de ajuda, avancem e dêem um tempo para perceber se resulta. Durante uma semana, anotem todas as tarefas profissionais que desempenham. No fim dessa semana, destaquem aquelas que querem manter e aquelas que poderiam delegar (no inicio, convém delegar apenas aquelas tarefas que vos pareçam simples de comunicar e explicar de forma sucinta). Façam o teste durante um tempo que acharem sensato. Comuniquem, com a pessoa a quem delegam, de forma clara e simples os vossos objectivos para cada tarefa. Se melhorou a vossa disposição e o vosso dia-adia e vos aliviou de excesso de trabalho e/ou de tarefas que preferiam não desempenhar, foi uma opção inteligente. Se não resultou, equacionem se delegaram as tarefas acertadas ou se houve algum problema de comunicação na passagem ou durante a realização dessas tarefas. Essencial é:

1. Saber o quê e a quem querem delegar;

2. Organizar e planear a passagem de tarefas;

3. COMUNICAR. Escolham a comunicação simples e objectiva e mantenham um canal aberto com a pessoa ou a equipa que está a colaborar convosco.

Deixo aqui uma frase para vos inspirar:

"Aprendi que, se um problema é fácil, nunca deve chegar à minha mesa".

Barack Obama


Mais liberdade, maior rentabilidade

(+351) 96 476 73 34

  • Facebook - Círculo Branco

© 2019 por StartUp Go On. Orgulhosamente criado com Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now